quarta-feira, 11 de maio de 2011

Espelhos

Pudera os olhos de dois indivíduos, funcionarem como únicos: meros espelhos. Veriam a imagem única, uniformemente: uma intensidade de igualdade. Não haveria mais ou menos, não haveria maior e menor, porém existiria sintonia, sincronia, único, dois em um só. Não é essa a finalidade do amor? Tornar um só. Independe de qualquer condição humana, seja em aspecto físico, ou rotulações impostos por outrem. É falta de ar, é afeição, é uma independência de tudo, mas preso a uma dependência eterna do indivíduo amado.  Ver com os mesmos olhos significa reviver em sonho um amor antigo, aquele eterno, de todos os dias. Ver a mesma imagem é provocar no outro a sensação de paz e aconchego. É agradecer todos os dias por estar vivo. Uma simplicidade, e as palavras se acabam.


22 comentários:

  1. Nossa, eu chorei com esse texto, a intensidade da palavra, a verdade sintonizada, tudo ficou muito evidente e docemente oculto ao mesmo tempo... Parabéns, grande reflexão!

    ResponderExcluir
  2. Me deslumbrei no meio dessa reflexão magnífica... Estou realmente precisando me amar primeiro

    ResponderExcluir
  3. Poxa eu sou totalmente suspeita p fazer qualquer tipo de elogio,sabe o qto te admiro..Eu semp sempre digo q 2 pessoas podem se tornar uma 1 só corpo...1 só alma...1 só ser... Amei essa reflexão

    ResponderExcluir
  4. kra, vc é incrível...devia escrever um livro!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Nossa simplesmente perfeito... quando li lembrei desta história...

    Segundo a Mitologia
    Era o tempo dos deuses... Havia uma civilização onde a harmonia e o amor reinavam, pois ela havia sido criada por Vênus e Eros. Uma civilização muito diferente.Os seres possuíam quatros braços, quatro pernas, duas cabeças e dois troncos distintos, um tronco feminino e masculino, mas.. com apenas uma alma... E esta harmonia provocou a fúria de outros deuses. Então, os outros deuses, enfurecidos enviaram uma tempestade com relâmpagos e trovões naquela civilização... Vênus e Eros tentaram lutar, mas foi em vão. E cada relâmpago que caía na civilização atingia um ser, foram dois dias e duas noites de tempestade e fúria. Os corpos eram divididos pelos relâmpagos e levados pelas águas, separando a parte feminina da masculina e dividindo sua alma ao meio... E, assim muitos se perderam, muitos ficaram sozinhos, mas conseguiram sobreviver. E, até hoje vivem na luta e na busca de sua outra metade, a sua Alma Gêmea.

    Chorei, porque sentir isso é realmente maravilhoso... lindas palavras para expressar um sentimento tão nobre como o "AMOR".
    =*
    to adorando seus Posts...

    ResponderExcluir
  7. Saudações!
    Puxa, como foi bom vim até aqui. Adorei tuas palavras. Quem dera fosse mesmo assim. Dessa forma o Amor teria o total sentido literal.
    Obrigada por visitar um dos meus negros refúgios.

    BeijoS NegroS^^

    ResponderExcluir
  8. Olha para mim isso é apenas mitologia Pablo, mas com quantas pessoas você acha que poderia viver esse sentimento descrito acima?
    Bem, pra mim alguém pra se amar a vida inteira e o que seria esse ser se não parte de sua alma? Essa sintonia é uma coisa rara...
    A mitologia é como um desfile de moda, é apenas um conceito, mas nas ruas nunca é exatamente como na passarela.

    ResponderExcluir
  9. Senhorita Joplin (gostei do seu sobrenome!), sua analogia é perfeita. Assim como a moda ou a mitologia, a idéia de almas gêmeas pode ser bonita conceitualmente, mas inviável na vida real.

    Porém, eu acredito que uma ou outra vez, em meio a 7 bilhões de pessoas, isso possa ocorrer. De você olhar, sentir e querer estar com determinada pessoa pelo resto dos dias. Óbvio que deve existir uma cumplicidade e muita dedicação. Afinal, os deuses mitológicos ou os estilistas da moda só criaram o conceito e não podem fazer tudo, né?...hehe

    ResponderExcluir
  10. Eu realmente prefiro as diferenças!
    Porque no intimo buscamos sempre coisas diferentes..
    imagina que triste seria se todos buscassem as mesma coisas e fizessem as mesmas coisas...

    mais gostei muito da forma que vc escreve!

    http://brunadayanesagaz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Nossa realmente muito bonito...parabéns meu companheiro vem se superando cada vez mais.

    ResponderExcluir
  12. Para mim a definição sempre foi esta. Um só. os mesmos problemas, as mesmas vitórias, tudo, pertencente um ao outro...Pois são apenas um. Dependentes do seu amor e de um do outro e não de outros. Divergem em alguns pontos,mas sempre chegam ao ponto final concordando, entrando em um acordo.

    Ja sigo vc...Me retribua, siga meu blog:

    http://wwwpetitfashion.blogspot.com/

    Bjão, Mr. Frost

    ResponderExcluir
  13. Adorei seu blog também, tá bem legal
    Se vs gostou do meu conto aconselho a ler o penultimo post.
    é um pouco longo, um conto de 3 folhas
    mas acho que vai gostar.
    http://my-rusted-
    horses.blogspot.com/2011/02/happy-birthday.html

    Um Grande Abraço
    The Dope Show

    ResponderExcluir
  14. Sorte de quem lhe provoca tamanho amor. O lindo existe dentro de você em quantidades desproporcionais, tudo de muito, pra caralho. É encanto, cara. Fascínio. E por isso vou ficar.
    Post mais. Sempre mais.

    Beijos de uma aspirante admiradora.

    ResponderExcluir
  15. Muito bom, muito bom mesmo. Parabens !
    da uma olhada lá ? http://somewhereonthemymind.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Adorei o pensamento! E o blog todo! Estou seguindo...

    ResponderExcluir
  17. Muito bom o blog.... ótimos textos!!!

    ResponderExcluir
  18. esse texto é simplesmente perfeito...

    ResponderExcluir
  19. Descrição dos meus sentimentos? Onde está o meu Eu?

    ResponderExcluir
  20. vc descreve e escreve mt bem. Se realmente conseguissemos olhar o outro com o mesmo olhar que somos vistos, perceberiamos a imensidão dos sentimentos que nos são oferecidos. Olhar com os olhos do outro seria nesse sentido sentir com o sentimento do outro.
    indico: http://psiquerevelar.blogspot.com.br/2012/03/eros-o-amor.html

    ResponderExcluir