segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Frozen


Sob o frio da indiferença, permiti-me congelar em vulnerabilidade. Entreguei-me inteiramente à esperança, porém perdi-me no horizonte vago das circunstâncias. Meu sentimento puro pareceu sucumbir à densidade de minhas ilusões e tudo o que antes eu rotulava como válido foi reduzido ao simples moldar de uma mentira. Com o torturar do tempo pude perceber a doce vingança de um livre-arbítrio, antes por mim consagrado, mas que agora asfixia todos os esforços de um sentimento não retribuído. Pudera eu entender a capacidade humana de se render ao vazio aniquilando com insensatez, todas as escolhas que poderiam pela simplicidade fazer a diferença. Quisera eu acreditar que existem coincidências, porém vejo que na verdade elas são apenas miragens de algo supostamente desejado e refletido pelo acaso. O impossível só acontece quando o fazemos acontecer, em uma condição imutável, sendo que o possível é apenas algo contraditório e pouco duradouro. Eu poderia me entregar ao arrependimento e desejar que fatos jamais tivessem acontecido, porém prendo-me a decepção e dela extraio toda essência, até que por experiência própria ela se torne algo premeditado que nunca poderá se repetir. Entre o torpor de uma realidade hipócrita, quero manter-me sóbrio para testar com convicção os limites de minha perseverança, deixando apenas minha impotência se embriagar em covardia. Prefiro anestesiar minha imunidade a me prender a ilusão de ser inalcançável, reconheço-me fraco, porém por este reconhecimento me torno capaz de resistir a todas as adversidades que outrora puderam me atingir preenchendo minha mente com insignificância. Minha consciência não é um reflexo do meu ego; minha personalidade não me permite ser julgado; minha mente não comanda todos meus atos, mas apenas meus sonhos podem dizer exatamente quem eu sou.

Paullo Lenore.

38 comentários:

  1. O que eu mais gosto quando eu leio seus textos é que eu mergulho e vou nos seus pensamentos, preso. sinto até dificuldades para retornar.

    Adorei a postagem! :)

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, meu caro amigo fazia tempo que não passava por aqui, fico impressionado com a sua capacidade de transcrever pensamentos assim, bom trabalho. Quando puder visite meu blog, tbm fiz uma nova postagem recentemente.

    ResponderExcluir
  3. Somente os sonhos podem mostrar a realidade do ser. E reconhecendo-se fraco, neste instante torna-se muito forte...
    Belo texto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Realmente Paulo, como disse Paulo Henrique, você tem essa capacidade de nos sugar para dentro da tua mente. Escreve de uma maneira surpreendente. Belíssimo talento, menino! Um prazer imenso passear por aqui.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  5. Garoto suas palavras são mágicas! Gosto do jeito que vc expõe os seus pensamentos! Sou teu fã de verdade! Um dai vc será um grande escritor! aaaaaa e eu vou querer o seu livro!

    ResponderExcluir
  6. Já estou te seguindo!!!
    Me identifiquei com seu texto...bem escrito e de uma sensibilidade tremenda...está de parabéns!!!
    Tem muita qualidade e mexe com as emoções de quem ler!!!
    Beijão querido

    ResponderExcluir
  7. Lord Paullo, depois de um bom tempo está de volta com
    um novo post, aliás , MAGNÍFICO post!
    Excelente, parabéns pela bela obra!
    _________

    Tenha uma Boa tarde
    Voltarei para ler novamente,
    Cuide-se e até breve!

    ResponderExcluir
  8. Que texto mais forte e cheio de sentimenos, de cara já amei teu blog e estou seguindo! Parabéns! Vc escreve super bem!

    http://senhoritamoca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. 'a doce vingança do livre arbítrio...'
    Texto marcante, Paullo! Parabéns pelo belíssimo texto!
    Sentimentos são despertados a cada vírgula! Gostaria de pedir sua autorização para publicar um de seus textos no meu singelo blog, tenho uma seção dedicada a esse propósito lá!

    Seguindo já e com certeza voltarei!

    Um beijo! http://ok-whatever-ok.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto Paulo...que os sonhos sempre te comandem...beijos

    ResponderExcluir
  11. oi paullo, gostei do seu blog, me senti na serie Super Natural rsr bem haver com meu gosto e os texto que pude ler são bem cabeça, to seguindo e vou acompanhar seus textos

    ResponderExcluir
  12. Magnífico Paullo! Teu trabalho é aplausível demais. Fico feliz que tenha gostado do meu blog, e gostaria que soubesses que as portas sempre estarão abertas! Certo que voltarei aqui.
    Cuide-se, meu caro. Beijo! :D

    ResponderExcluir
  13. Oi Paulo,

    Excelente análise! Penso que talvez se expressar dessa forma faz você um forte.

    Lu
    http://lucianasantarita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Nossa paullo, que belos escritos!
    Adorei o blog, estou seguindo. Também gostei MUITO da descrição "Não se preocupe em entender, viver já ultrapassa qualquer entendimento" FANTÁSTICO!
    Beijoos
    Sah (:

    ResponderExcluir
  15. wow *-* a forma como te exprimes é sem dúvida extraordinária e inigualável. Um dos melhores blogs que já vi. (: tens um talento incomparável. Parabéns pelos textos. [:

    sem dúvida mais que seguido ♥

    ResponderExcluir
  16. Belíssimo e profundo teu post! É muito difícil exprimir o quão solitários e misteriosos nós, seres humanos, somos! É interessante perceber que, por mais que consigamos exprimir quem somos, ainda assim não temos certezas, conceitos concretos sobre nós mesmos. Teu texto exprimiu tudo isso de maneira poética. Parabéns e obrigada por visitar o Inutilidades.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Falar da natureza humana, suas escolhas e diferenças, tentando encontrar, a chave dessa percepção verdadeira que é escolher o amor !

    Belo Texto de Lenore !

    Obrigado pela visita, continue ativo na blogosfera do face !

    ResponderExcluir
  18. Hey...fiquei surpresa com seu blog. Além do visual que me agradou, gostei muito do texto. Sei lá, pode parecer estranho mas acho que entendo muito bem o que são essas sensações...esse momento que pensamos acerca da existência em si.
    Bom, nem preciso dizer que estou te seguindo...se puder, me siga também =)

    abs
    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Olá,Querido:
    Dedico um selinho do meu bloguinho para você com muito carinho...:)
    Segue o link: http://meumundinholouco.blogspot.com/2012/02/do-meu-mundinho-louco-para-voce.html
    Beijos, Elaine

    ResponderExcluir
  20. Que texto lindo Paulo, cheio de reflexões e sem nenhum esforço faz-nos entregar às suas palavras. Parabéns pelo blog, textos maravilhosos. Estou te seguindo, obrigada pela visita no Dêvaneios, estou começando e fico feliz com comentários enriquecedores quanto o seu, bj!

    Dennise Brito
    dedevaneios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Que texto lindo! Fez refletir bastante. Parabéns pelo blog.

    Bjs,
    bnascimentooo.net.tc

    ResponderExcluir
  22. Olá, Paullo

    Quanta intensidade! É incrível a forma que trás suas palavras até nos de forma que as mesmas penetrem em nosso interior nos levando a sentir, talvez divergente da forma que sente, o mesmo sentimento. Seu texto nos rouba para sim, nos exige uma atenção e uma seriedade minuciosa. Ele nos impulsiona, sua literatura nos inspira! Lindo texto... Peço perdão pela ausência, estive bastante atarefado com os estudos e me dedicando um pouco mais. Estarei mais presente.
    Abraços, Wesley Carlos.
    * http://wscarlos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Um texto que realmente nos leva a refletir. Quantas pessoas se permitem ser julgadas, esquecendo-se de suas próprias essências e se julgam tão fortes e desistem na primeira adversidade?
    Parabéns.

    http://escritoslisergicos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Maravilhoso, um texto com sentimentos, parabéns.

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Paullo! Pelo que li em seu blog, você tem uma incrível capacidade de expressar seus sentimentos, transformando conjuntos de palavras em mensagens para alma. Parabéns! É minha primeira visita, te seguirei. Um abraço.

    ResponderExcluir
  26. seus posts são perfeito.
    escreves Muito bem,
    Parabéns pelo Blog Lord Paulo.
    ...
    tenhas uma ótima noite

    ResponderExcluir
  27. Viver é muito complicado; entender o ser humano, com todas as suas nuances é mais complicado ainda. O maravilhoso, é quando nós nos entendemos. E os sonhos - que você fala - realmente são a nossa essência. Nada mais certo.
    Belo seu texto.

    Beijos
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  28. A vida, por si só, já é caixinha de surpresas... É necessário ao ser humano revelar tais surpresas, traduzidas em gestos e palavras as pessoas que estão a sua volta, porque é delas que virão as respostas que podem fazer-nos capaz de realizar tudo aquilo que julgamos ser capazes: se somos bons ou ruins, não é obra do acaso, somos reflexo daquilo que vivenciamos.

    Desculpe por demorar a responder...
    Obrigada pela visita no blog.
    Beijos
    Daniele Martins
    http://aeternanamorada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. CARO PAULO,
    AGRADEÇO E RETRIBUO TUA VISITA. É MUITO BOM SABER QUE PESSOAS INTELIGENTES COMO VOCÊ ESTÃO GOSTANDO DO NOSSO TRABALHO. DEVO DIZER QUE ACHEI SEU ESPAÇO VIRTUAL REPLETO DE MENSAGENS QUE CALAM A ALMA E FAZEM REFLETIR SOBRE A RAZÃO DE ESTARMOS AQUI RESPIRANDO, AMANDO, SORRINDO, SOFRENDO E SEGUINDO EM FRENTE NA BUSCA DESTA TAL FELICIDADE. JÁ ESTOU SEGUINDO-TE E VOLTAREI EM BREVE. GRANDE ABRAÇO DO LEONAM

    ResponderExcluir
  30. Amei suas palavras! Me identifiquei mesmo. "quando estamos fracos, então é que somos fortes" Gr. Bj. Paullo!

    ResponderExcluir
  31. De novo, só pra dizer que amei tb o nome do Blog!

    ResponderExcluir
  32. Eita guri, que texto bom, aliás que blog bom!
    Voltarei mais vezes, favoritei por aqui.

    Se cuida!

    ResponderExcluir
  33. Que bela reflexão rapaz.
    "Eu poderia me entregar ao arrependimento e desejar que fatos jamais tivessem acontecido, porém prendo-me a decepção e dela extraio toda essência, até que por experiência própria ela se torne algo premeditado que nunca poderá se repetir."

    Coisas nos acontecem e com elas amadurecemos. Nada é em vão. Aprendemos a acertar através dos erros.

    ResponderExcluir
  34. Que belo texto! Reflexivo e um final maravilhoso... Afinal, sonhar é acordar para a vida...

    ResponderExcluir
  35. QUE SAUDADES QUE EU ESTAVA DESSE CANTINHO, EU MERGULHO EM CADA FRASE..CHEGO ATÉ ME ARREPIAR. TENHO MUITA SORTE DE CONHECER PESSOAS ASSIM COMO VC, QUE SÃO CAPAZES DE NOS TOCAR E NOS FAZER REFLETIR SOBRE MUITAS COISAS . BEIJÃO NO SEU ♥ MEU SORRISO LINDO

    ResponderExcluir
  36. postei frozen no meu blog espero Q-goste



    http://reflexossindeci.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir